• Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos
    • Minerpar

       Serviço Geológico do Paraná

    Ações

    Geoquímica

    BASE DE DADOS GEOQUÍMICOS NA MINEROPAR

    Durante as décadas de 70 e 80 vários projetos de prospecção mineral foram realizados sobre o Escudo e parte da sequência sedimentar da Bacia do Paraná, nos quais foi produzida grande quantidade de dados geoquímicos. Os resultados ficaram restritos às próprias entidades executoras e aos objetivos de exploração mineral.

    Com a finalidade de fomento ao setor mineral a MINEROPAR vem realizando, desde 1992, a recuperação destes dados. Não só devido ao valor intrínseco, pelos recursos despendidos na sua geração, mas pela possibilidade de novas interpretações para prospecção mineral e usos para o planejamento regional, identificação de passivos ambientais, zonas de risco à saúde pública e gerenciamento do meio físico.

    Os dados analíticos, de posicionamento e descrição dos locais de amostragem estão organizados em bases de dados digitais e podem ser consultados e recuperados isoladamente ou em conjunto, para uso em softwares de Sistemas de Informações Geográficas, integrados com mapas geológicos e outros temas.

    Esta base de dados ainda não está completa, pois projetos importantes não foram obtidos, como os levantamentos realizados pela Comissão Nacional de Energia Nuclear - CNEN e pelas Empresas Nucleares Brasileiras – NUCLEBRÁS, além do Projeto Rio Bonito da Petrobras Mineração – PETROMISA. Outro estudo não compilado refere-se ao Projeto TUNAS executado pela empresa UNIGEO.


    DESCRIÇÃO DOS PROJETOS


    1. Projetos de prospecção geoquímica
    Dados produzidos por projetos em diferentes escalas e usando meios amostrais diversos, voltados à prospecção mineral, foram executados pela MINEROPAR, CPRM e PETROMISA. Alíquotas das amostras dos projetos executados pela MINEROPAR estão armazenadas e disponíveis para eventuais reanálises.

    2. Petroquímica das rochas vulcânicas da Bacia do Paraná
    O Projeto Vulcanismo da Bacia do Paraná, realizado com recursos do Conselho Nacional de Pesquisas - CNPq do Brasil e do Consiglio Nazionale delle Ricerche - CNR da Itália, coletou centenas de amostras de rochas vulcânicas da Bacia do Paraná. Cerca de 600 amostras provenientes do Paraná foram arquivadas em uma base de dados que contém os dados analíticos de óxidos normativos e de elementos traço.

    3. Análises químicas de solos do Paraná

    Os dados analíticos produzidos pelo Levantamento de Solos do Estado do Paraná, realizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA, foram recuperados e arquivados em meio digital pela MINEROPAR e EMATER-PR. Também foram agregados os dados produzidos pelo projeto "O status dos solos em micronutrientes e nutrientes: um estudo global", financiado pela FAO-ONU e FINNIDA.

    4. Levantamento Geoquímico Multielementar de Baixa Densidade do Paraná
    Neste levantamento foram coletadas amostras de água, sedimentos de fundo e concentrados de bateia em 700 estações de amostragem representando micro-bacias com área média de 220 km2, cobrindo todo o Estado. A base de dados geoquímicos multielementares tem ampla gama de aplicações, voltadas ao planejamento.

    Alíquotas das amostras de sedimentos e de concentrados de bateia estão armazenadas na MINEROPAR, possibilitando análises de verificação ou de novos parâmetros físico-químicos. O projeto foi realizado em regime de cooperação entre a MINEROPAR, CPRM, EMATER, SECTES-PR e CODAPAR. Parte dos resultados foi empregada na confecção do Atlas Geoquímico do Estado do Paraná.

    O mapa abaixo mostra a localização das bacias amostradas e as células correspondentes à rede mundial de referência geoquímica, pois os dados obtidos pela MINEROPAR também foram usados para este projeto global:


    Global Geochemical Reference Network

    As sub células analíticas, dimensão 80 x 80 Km, representam amostras compostas pelos sedimentos ativos de drenagem das bacias compreendidas em cada uma das sub células.


     

    5. Levantamento Geoquímico Multielementar da Folha Curitiba
    Projeto realizado em convênio entre a MINEROPAR e a CPRM, com o levantamento das características geoquímicas multielementares da Folha Curitiba (1:100.000), por meio de coleta e análise de amostras de sedimentos de fundo e de mineralogia de concentrados de bateia. Foram amostradas cerca de 400 micro bacias com área média de 5 km2. Os dados analíticos estão disponíveis na MINEROPAR e na CPRM.

    Parte dos resultados desse projeto foi utilizada na publicação do Atlas Geoquímico da Folha Curitiba (localização da área na figura abaixo):

     





    Levantamentos geoquímicos regionais para prospecção mineral   

     

     

    Levantamentos geoquímicos de semidetalhe para prospecção mineral   

     


     


    LEVANTAMENTOS GEOQUÍMICOS REALIZADOS PELA MINEROPAR

    LEVANTAMENTOS GEOQUÍMICOS EFETUADOS POR OUTRAS INSTITUIÇÕES

    BASE DE DADOS GEOQUÍMICOS - TABELAS DISPONÍVEIS PARA DOWNLOAD

    Recomendar esta página via e-mail: